Próxima reunião de Conselho OKBR (2017-08-29)

okbr-oficial

#1

Reunião do Conselho Deliberativo da OKBR (2017-08-29)

CONVOCAÇÃO

  • HORÁRIO: 16h

  • LOCAL: edifício WRI Brasil, rua Claudio Soares, 72 cj 1510 - São Paulo (é necessário confirmar presença por email ariel@ok.org.br para incluir na lista da portaria)
    A reunião vai ser transmitida online pelo Hangout.

  • PARTICIPANTES COM DIREITO A VOTO: o diretor executivo e todos os 7 conselheiros (Anna, Bruna, Everton, Fernando, Luciano, Rodrigo, Tiago) estão convocados.

PAUTAS PRINCIPAIS

Algumas pautas já se encontram priorizadas ou fazem parte do protocolo:

  1. Projeto OSF - apresentação com @Natalia_Mazotte

  2. Projeto LIBRE - atualização

  3. Projeto Gastos Abertos - Segundo Ciclo @thiagorondon

  4. Outros assuntos

  • PARTICIPANTES OUVINTES: postar solicitação indicando pautas que deseja acompanhar.

Outras pautas podem solicitadas (apenas as postadas serão apreciadas) para avaliação e discussão aqui no DiscussOKBr.

Todas as pautas (as principais e as adicionais) podem ser debatidas abaixo, principalmente no sentido de esclarecimento, obtenção de subsídios (ex. links para documentos) e apoiar uma tomada de decisão mais objetiva durante a reunião.

DATA DE ENCERRAMENTO PARA ACEITAÇÃO DAS SOLICITAÇÕES: dia 28, véspera da reunião.


#2

O momento chegou, a Paula (@paulaberman) já anunciou o que tanto aguardávamos, https://discuss.ok.org.br/5941

Sugestao de adição de pauta

  1. VOTO ELETRÔNICO NA OKBR: institucionalizar o voto eletrônico na OKBr. Para decisões gerais sobre programas e projetos (sobretudo decisões orçamentárias), decisões do Conselho Deliberativo e decisões de Assembleia.
    PS: a OKBR já vem dando exemplo e melhorando a sua transparência… O papel da OKBR neste momento delicado da cultura democrática do Brasil, é dar exemplo de como fazer a coisa certa com o voto eletrônico dentro de uma ONG.

  2. ORGANOGRAMA. Tomar decisões simples e objetivas sobre questões já colocadas,

    2.1. Qual o nosso organograma real HOJE? Apenas confirmar caixinhas e sua estrutura. A comunicação entre nós, com investidores, etc. requer uma “figurinha oficial” do nosso organograma, inclusive para reconhecer o que vinhamos usando.

    2.2. Qual o nosso novo organograma? O Conselho pode deliberar sobre pequenas alterações e, conforme sugerido, são alterações apenas para formalizar o reconhecimento de algo que já existe:
    • Algumas “equipes” possuem recursos humanos fixos e são efetivamente departamentos, como o “Departamento de Comunicação” e o “Departamento de Finanças”.
    • A plataforma de projetos” sempre existiu, como foi lembrado, mas precisa ser reconhecida mais formalmente, dentro do organograma. Não pode mais ficar no informal, muito menos no faz-de-conta.
    PS: a divisão entre projetos maduros e em incubação também pode ser incluída.
    • Alguns “projetos” são na verdade programas contínuos e os principais a serem reconhecidos como tal são a Escola de Dados, o GastosAbertos e o OpenDataIndex. A grande inovação no organograma viria aqui: reconhecer a autonomia da gestão dos programas contínuos maduros (e aceitos como tal pelo Conselho), garantindo que eles tenham uma diretoria autônoma, se reportando apenas ao Conselho Deliberativo, e tendo a diretoria e os departamentos à disposição como parceiros, não como superiores.

Os dois itens se complementam. Decisões e votações fazem mais sentido quando atreladas a um organograma e a uma maior clareza de como serão implementadas as decisões, quais são as obrigações de cada caixa do organograma, etc.

Claro que tudo isso será um processo gradual — em algum momento precisaremos até incorporar cláusulas de legalização do voto eletrônico ao Estatuto —, mas já havia um consenso de “começar a usar alguma coisa”, e o consenso de que a melhor coisa seria o DemocracyEarth, que já vinhamos discutindo e nos preparando no Suporte para implementar.

Trazer de volta os programas contínuos para as reuniões de Conselho da OKBr, reconhecendo sua autonomia e suas contribuições, requer também um Conselho Deliberativo mais presente, participando do dia-a-dia e tomando decisões com mais frequência.

Daí a relevância dos esquemas de delegação, endosso ou votação, ágeis e seguros, do DemocracyEarth.


Initial Rights Offering - Democracy Earth Foundation
#3

@ppkrauss obrigado!
Seguem alguns comentários:

VOTO ELETRÔNICO NA OKBR: institucionalizar o voto eletrônico na OKBr. Para (…)

Podemos colocar na pauta como proposta para construir. Ainda não está pronto o novo software Democracy.Earth e ainda não estamos prontos como organização. Sugiro colocar o ponto para ver se todos concordam em construir esses processos de votação online sobre alguns assuntos.

ORGANOGRAMA. Tomar decisões simples e objetivas sobre questões já colocadas,

2.1. Qual o nosso organograma real HOJE? Apenas confirmar caixinhas e sua estrutura. A comunicação entre nós, com investidores, etc. requer uma “figurinha oficial” do nosso organograma (…)

Podemos apresentar. Sem problemas. Mas como já te disse várias vezes, não gostaria que a OKBr se transformar numa organização com estrutura compartilhada demais e rígida. Não quero caixinhas…

2.2. Qual o nosso novo organograma? O Conselho pode deliberar sobre pequenas alterações e, conforme sugerido, são alterações apenas para formalizar o reconhecimento de algo que já existe:

• Algumas “equipes” possuem recursos humanos fixos e são efetivamente departamentos, como o “Departamento de Comunicação” e o “Departamento de Finanças”.

Isso já existe.

• A “plataforma de projetos” sempre existiu, como foi lembrado, mas precisa ser reconhecida mais formalmente, dentro do organograma. Não pode mais ficar no informal, muito menos no faz-de-conta. (…)
• Alguns “projetos” são na verdade programas contínuos e os principais a serem reconhecidos como tal são a Escola de Dados, o GastosAbertos e o OpenDataIndex. (…)

Isso já existe. Mas concordo que é importante falar sobre a plataforma de projetos.

Os dois itens se complementam. Decisões e votações fazem mais sentido quando atreladas a um organograma e a uma maior clareza de como serão implementadas as decisões, quais são as obrigações de cada caixa do organograma, etc.

Claro que tudo isso será um processo gradual (…)
(…) Daí a relevância dos esquemas de delegação e votação ágeis do DemocracyEarth.

O @thiagorondon e a @Natalia_Mazotte foram convidados.

Grande abraço!


#4

Gostaria de propor uma pauta para discussão amanhã.

  • Proposta: OKBR ter uma comissão independente de auditoria fiscal e ética. Esta comissão deve ser independente do conselho, e escolhida pelos membros da OKBR (efetivos ou não), e composta por 3 pessoas. Esta commisão fica responsável por aprovar qualquer gasto monetário da OKBR, com o objetivo principal de evitar conflitos de interesse. A comissão não tem poder de decidir onde o dinheiro vai ser gasto, mas tem poder de vetar um gasto.

#5

ops, antes que seja meia noite… Não quero virar Cinderela :wink:
Primeiro respondendo ao post do Ariel:

VOTO ELETRÔNICO NA OKBR: institucionalizar o voto eletrônico na OKBr. (…)

Podemos colocar na pauta como proposta para construir. Ainda não está pronto o novo software Democracy.Earth e ainda não estamos prontos como organização. Sugiro colocar o ponto para ver se todos concordam em construir esses processos de votação online sobre alguns assuntos.

Joia, acho que é por aí, um processo gradual mas começando por algum lugar, sem adiar.

Outra coisa importante que esquecemos quando falamos de “sistema online de votação”, é que uma simples planilha é um sistema fiel e 100% garantido, quando se trata de voto aberto. Aqui na OKBR 90% dos casos demandamos voto aberto.
A parafernália do DemocracyEarth só é relevante para o exercício do voto secreto, e, muito oportuna, a delegação (democracia líquida).

2.1. Qual o nosso organograma real HOJE? Apenas confirmar caixinhas e sua estrutura. A comunicação entre nós, com investidores, etc. requer uma “figurinha oficial” do nosso organograma (…)

Podemos apresentar. Sem problemas. Mas como já te disse várias vezes, não gostaria que a OKBr se transformar numa organização com estrutura compartilhada demais e rígida. Não quero caixinhas…

Ariel, você, a direção da OKBr, é uma “direção sem caixinhas” (!), isso basta para nos deixar contentes e certos de que estamos no rumo que queremos. Não é uma figura de caixinhas que vai mudar isso, nem mesmo que estivesse carimbada e registrada no cartório… E estou certo que nõs todos votaríamos em um sistema de gestão mais flexível horizontal se precisássemos decidir…

A representação em algum tipo de figura de caixinhas, se homologada pelo Conselho, seria útil para “acolher os curiosos”, dirimir dúvidas básicas, orientar estagiários, etc. E para termos um norte (apenas uma orientação) na hora de distribuir responsabilidades, como veremos no próximo post com a questão do Regimento Interno, ou dirimir questões de conflito de interesses, obrigações, etc… Tudo sem burocracia, só com uma figurinha.

Algumas coisas, como repete “já existe” e concordo, não é inovação… Portanto não custa mostrar que existem para os novatos, curiosos, investidores (! adoram figuras de caixinhas), etc. Vale a penas ser mais objetivos com eles… Mostrar a figura seria para eles uma demonstração nossa, um acréscimo de transparência.


#6

Duas sugestões finais de acréscimo de pautas: algumas associações e alguns informes.

Novos associados

Formalização de associações, 4 ao todo:

  • No inicio de junho, eu, Bruna e Marco convidamos a Jessica Temporal e o Felipe Cabral do projeto Serenata de Amor.
    O Serenata é em parte um coletivo informal e em parte uma equipe core sólida e muito ativa, que por vezes os representa, mas não de forma institucionalizada… Como associados efetivos estarão mais a vontade usar e-mail e CNPJ da OKBr, sempre que precisarem apresentar uma face mais institucionalizada.

  • Na no inicio de agosto estive em Salvador fechando um ciclo de entrosamento da OKBR com o grupo que organizou as hackatonas do Campus Party Bahia 2017. Entre eles, que vão fazer o OpenDataIndex de Salvador, está o Luciano Ataíde.
    Associado efetivo para que possa participar mais comprometidamente nessa parceria já iniciada com a OKBr.

  • Desde o final de 2016 que o Sandro Coelho vem ajudando a trazendo voluntários para a construção do schemaOrg-Wikidata-Map. Esse mês, ao tomar parte em iniciativas para o LexML com a participação também da Neide de Sordi (associada efeitiva), elaborou e assinou um Termo de Cooperação OKBR-DBpedia, que em breve entrará em vigor.
    Associado efetivo, pois já é parte da “equipe de Web Semântica”, e poderá apoiar o Termo através da participação com voto.

Informes

  • Já implantamos com sucesso o “Suporte técnico geral” da OKBr, com base em tickets, valorização do trabalho voluntário (através do seu registro) e regras para “micro-licitações 100% transparentes”. Está em http://suporte.ok.org.br

  • Já implantamos com sucesso o primeiro rascunho operacional do “Diário Oficial” da OKBr, integralmente sob o nosso DiscussOKBr. As matérias do Diário Oficial da Organização (DOO) podem ser acessadas pelo http://doo.ok.org.br

  • Já implantamos com sucesso o primeiro rascunho operacional do Sistema de Preservação Digital da OKBR (conceito), com garantia de preservação para 20 anos (vide esquema git + checksums adotado).
    A última ata de reunião do Conselho, por exemplo, está preservada tanto aqui em texto (com reforço de autenticidade indicado) como nesta pasta em vídeo com sua autenticidade SHA3 reforçada… “Sorriam, estão sendo filmados… e preservados por 20 anos”.
    São os repositórios http://git.ok.org.br/oficial-backups e oficial-backupsbig.

  • Estamos planejando a implantação gradual de um Regimento Interno da OKBr, conforme formos reunindo casos, justificativas e consolidando em regras.
    O Conselho está convidado a tomar parte (inclusive tomar a frente se achar oportuno) dessa empreitada. Para não sobrecarregar o redator com um “Regimento geral para tudo e todos”, é sugerido aproveitar o organograma para subvivdir: as caixinhas de assembleia, conselho fiscal, conselho deliberativo, departamento X, programa contínio Y, cada uma terá a liberdade de formular ou detalhar seu regulamento. Apenas o que realmente é consenso geral ficaria dentro do regimento geral que está sendo elaborado.

  • A OKBr contratou serviços para refazer o seu portal. A grande revolução será interna, pois soluciona bugs que vinham emperrando o trabalho do Departamento de Comunicação gastando horas no que deveria levar minutos. Aproveitamos para acrescentar melhoras de layout.
    O Conselho está convidado a participar das solicitações finais, que determinarão as diferenças de layout com relação ao portal atual.

  • Estou pessoalmente empenhado na organização de um o Departamento de Infraestrutura e Transparência, que poderia dar um pouco mais de apoio ao Conselho Fiscal, mais disposição para ele participar do dia-a-dia… Está ilustrado na proposta de novo organograma.
    Contemplaria trabalhos de rotina para manter o Diário Oficial, os backups, o Suporte técnico, e as responsabilidades de preservação digital, projetos de backend mais interoperáveis, etc.


#7

Pessoal, boa tarde!
Segue o link para assistir a reunião de conselho: http://youtu.be/mikqXOfwdfM
Abraços,
Ariel


#8

Pessoal, segue o link com a ata da reunião: https://docs.google.com/document/d/1XIY2WGuPhzQscj_vxnzyIAggGxEQtEc2cfjQlz9oPeM/edit?usp=sharing